Só porque toda a gente tem

Vale o que vale e a mais não é obrigado

Juno

with 9 comments

A banda sonora é a moldura ideal, mais, um dos ingredientes principais desta fascinante história. Cada uma das 19 músicas merecem por inteiro os nossos ouvidos.

“Anyone else but you”

Atenção: Sério risco de se tornar um dos filmes da tua/sua/nossa vida.

“It all started with a chair.”
Juno foi a mulher de Júpiter e é também um filme independente de Jason Reitman, escrito pela ex-stripper Diablo Cody (agora vencedora do Óscar para Melhor Argumento Original). Humor, amor, moral, nas doses perfeitas. Ellen Page, brilhante, a par de Jennifer Garner, Jason Bateman, Allison Janney, J.K. Simmons e Michael Cera interpretam o afecto, dado, sem obrigações biológicas, que afinal são o que menos importa. Mais do que falar dele, é melhor que vejam e confirmem este brinde à criatividade.

“Vanessa Loring – Your parents are probably wondering where you are.
Juno – Nah… I mean, I’m already pregnant, so what other kind of shenanigans could I get into?”
JENNIFER GARNER (Vanessa Loring) e ELLEN PAGE (Juno)

“Doctors are sadists who like to play God and watch lesser people scream.”
ALLISON JANNEY (Bren)

“I don´t see what anyone can see in anyone else, but you…”

Anúncios

Written by tinhadeterum

Março 6, 2008 às 9:18 pm

Publicado em Uncategorized

9 Respostas

Subscribe to comments with RSS.

  1. Tornou-se, sem dúvida, um dos meus filmes preferidos. Não tinha grandes expectativas quando o fui ver, mas acho que, mesmo assim, “Juno” superou qualquer expectativa que eu possa ter em relação a um filme óptimo! Apaixonei-me.

    Daniela

    Março 6, 2008 at 9:30 pm

  2. Defenitivamente um filme para ir para a lista TO SEE! =) e obrigado plo comment**

    Tatiana

    Março 6, 2008 at 10:18 pm

  3. ta fixe a tua análise pah
    continua com o blog!

    Guilho

    Março 7, 2008 at 10:46 pm

  4. Vi o filme ontem. Despretensioso, simples, perfeito. Juno e Paulie parecem figuras recortadas de uma banda desenhada – aliás, a introdução do filme é muito sugestiva.
    Definitivamente, vou seguir o que quer que a Ellen Page faça nos próximos tempos. E Diablo Cody, que continue a escrever coisas tão magníficas.

    Débora

    Março 8, 2008 at 4:53 pm

  5. é verdade, juno é um filme tao “querido” e descontraido que chega a ser desconcertante. vale a pena. e essa musica… é impossivel sair da sala sem que ela fique a ecoar na nossa cabeça o resto da noite.
    faça favor de continuar a opinar

    sofia

    Março 10, 2008 at 2:07 am

  6. Adorei este filme. 🙂

    (não tenho dinheiro p responder à tua mensagem!)

    Cate

    Março 21, 2008 at 9:15 pm

  7. Se o tivesse visto com menos uns aninhos, provavelmente, sim, tornar-se-ia num dos filmes da minha vida. Por esta altura, ainda que ache o filme lindíssimo e delicioso, fica com direito a integrar a lista de “filmes muito bons qua gostei muito”… =)

    RuteCorreia

    Março 24, 2008 at 1:44 am

  8. vi-o no avião!!!! =D gostei mt!

    Tats

    Março 30, 2008 at 6:29 pm

  9. Venho contrariar as estatísticas..
    não achei o filme nada de especial..se calhar sou mesmo insensível!
    Beijinho*

    Cátia

    Abril 5, 2008 at 1:22 am


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: